topo
Espiritualidade
01/02/2012 17:24:23 - Atualizado em 01/02/2012 17:39:55
Ciladas e Arnadilhas na Jornada Espiritual.

Ciladas e Arnadilhas na Jornada Espiritual
O que você anda fazendo de sua vida?

 

Pense no caminho espiritual da seguinte forma: se há um caminho que se estende da humanidade a Deus, é porque, primeiro, há um caminho que nasce de Deus em direção à humanidade. É Ele quem toma a iniciativa. É Ele quem se aproxima. É Ele que se revela. A partir disso, vem a contrapartida da humanidade: colocamo-nos a caminho em direção ao céu.     

            Assim como as ondas de rádio sofrem interferências que impedem uma boa sintonia, também podem apresentar-se obstáculos no campo da fé para o que se propõe a percorrer esta senda interior. Por vezes, as trevas podem afetar pessoas que vêm seguindo o Senhor, mesmo que seja há muitos anos e que ficam, por culpa própria ou não, desconcertadas ou como que perdidas, deixando de ver a alegria e a beleza da entrega.

            É, portanto, essencial para aquele que quer empreender uma jornada espiritual perceber que, como em todo caminho que se faz, existem perigos, armadilhas e ciladas que podem atrasar, desviar ou, até mesmo, destruir o peregrino. As verdadeiras ciladas não estão fora e, sim, dentro do caminhante. Até mesmo aquelas ameaças que vêm de fora, só podem tocar o caminhante se encontram uma correspondência interna.

            Não desanime, entretanto, diante desta constatação. Lembre-se que os grandes navegadores do mar são formados em meio às mais amedrontadoras tempestades. Igualmente, o caminhante no Espírito é formado em seu caráter e adquire destreza à medida que se defronta e confronta com estes perigos. Sendo assim, digo a você: não tenha medo, mas prepare-se. Não recue, mas, tampouco, seja ingênuo. Quantos caminhantes que já percorreram parte desta senda desistiram ou até fizeram algo pior: aliaram-se às trevas. Não permaneceram atentos, despertos,  não seguiram a Palavra do Mestre dirigida a nós a mais de dois mil anos: VIGIAI e ORAI!

            Não é incomum encontrar “ex-caminhantes” da jornada espiritual que hoje são indiferentes e carnais. Há, até, aqueles que, como foi dito acima, agora militam explicitamente para as trevas ou que por elas deixaram-se envolver num estilo de vida materialista, imediatista e destituída de sentido espiritual. Conheço pessoas que estavam no Caminho da Luz e que hoje perseguem os caminhantes. Foram instrumentalizadas pelo “pai da rebeldia” e deixaram crescer em si o potencial de maldade em seu interior. É triste constatar isto, mas é real. Não nos cabe buscar culpados ou, por outro lado, nos sentirmos como um grupo de iniciados que tem seus inimigos. Cuide para velar diante do verdadeiro inimigo que dorme com você todos os dias: você mesmo. Quanto aos outros inimigos, sejam visíveis ou invisíveis, creia que há uma força de luz e proteção ao seu lado que continuamente está cuidando de você. Confie! Saiba que você tem como parceiros aqueles que já chegaram ao fim da senda e por irmãos invisíveis que velam seu caminho: os anjos.

            Este, aliás, é o primeiro alerta que deixo para você: todos nós temos a raiz da graça e a raiz da iniquidade plantadas em nossa alma. “Todos pecaram e todos estão destituídos da glória de Deus”, diz o apóstolo (Rm 3). Se esta é nossa condição comum, significa que a raiz da maldade encontra-se em nosso interior, como fruto do pecado, de forma potencial. Se ela é regada e alimentada, cresce e produz frutos na vida da pessoa.

            Daí, pergunto a você: o que você anda alimentando em seu interior?

            Pode-se dizer que o caminho espiritual é bastante fácil num plano e incrivelmente complexo em outro. Mas esta senda é a vocação mais profunda no coração de todo homem. Por Deus fomos criados e se não nos colocarmos em direção do seu amor, estamos nos afastando de nós mesmos. Pense nisso!

Espiritualidade - Maio de 2010

Twitter Facebook Orkut Messenger
Linked Yahoo Meme Google Buzz Delicious
mySpace Blogger Sonico Digg

Este recurso será liberado em breve. Aguardando validação do servidor.

dados do(a) autor(a)
Padre Sérgio
 
twitter.com/padresergioluiz
facebook.com/falecompadresergio
padresergio.com
Pe. Sérgio é sacerdote Redentorista. Atualmente pároco em Juíz de Fora na Igreja da Glória. Procura guiar o seu ministério levando as pessoas a experimentarem a...
12 últimas atualizações
Contato

Paróquia da Glória
Avenida dos Andradas, 855 - Morro da Glória
CEP: 36036-050 - Juiz de Fora (MG)
Telefone: (032) 3215-1831
Siga-me nas redes sociais

Dados Técnicos

Este web site utiliza as tecnologias como HTM5 e CSS3 e é compatível com os seguintes navegadores:
Sistema web desenvolvido por:
Copyright © 2012 Todos os direitos reservados.