topo
Ministérios
01/02/2012 18:37:54 - Atualizado em 01/02/2012 18:37:54
Ministério Discípulo Amado - Encontro 10
Roteiro do 10º Encontro do Grupo Discípulo Amado

Meu coração silencia, enquanto escrevo a você. Sinto-me convidado a estar diante do Mestre e descansar diante de sua presença. Sou transportado para o alto de um monte e contemplo o entardecer. Na verdade é final de tarde e meu coração se volta ao convite feito pelos discípulos de Emaús ao Mestre: "Fica, Senhor, já é tarde e o dia declina" (Lc. 24, 29).

Convide o Senhor para estar próximo de você. Convide-o para entrar em seu coração. Deixe que ele entre em sua casa e sente-se à mesa do seu convívio. Fale de você e deixe que Ele dele fale. Isso, em síntese, é ser discípulo de Jesus.

Como tem sido o caminho com O DISCÍPULO E O INTERCESSOR? Já estamos no quinto encontro nessa série. Tem sentido mais profundamente o desejo de ser um canal da graça de Deus? Espero que sim! Servo, Pe. Sérgio, C.Ss.R.

O INTERCESSOR É ALGUÉM QUE TEM OS OLHOS ABERTOS PARA AS SITUAÇÕES, MUITAS VEZES NÃO APARENTES

"Como viesse a faltar vinho, a Mãe de Jesus disse-lhe..." (Jo. 2, 3). Maria certamente percebeu a falta do vinho, antes que os convidados o percebessem. Seu olhar estava atento ao que se passava nos "bastidores" da festa. Era, não o interesse de alguém curioso, mas pronto para ajudar. Há quem confunda a atenção com curiosidade. A atenção tem em vista o outro; a curiosidade tem em vista o próprio eu.

O intercessor desenvolve, pela ação do Espírito Santo, a sensibilidade diante do que acontece ao redor, mesmo que as pessoas ainda não percebam. É bom lembrar que sensibilidade não é curiosidade. Mesmo na casa de Deus há muita curiosidade travestida de sensibilidade e atenção.

Muitas dessas realidades são até mesmo sutis, e passam-se no campo espiritual, invisível aos olhos e à inteligência. Ma,s nem por isso, são menos reais. E acabam invisível aos olhos e à inteligência. Ma,s nem por isso, são menos reais. E acabam por exercer sua influência no campo físico-psíquico-social, como nos alerta São Paulo a respeito da batalha espiritual (cf. Ef. 6, 12; Dn. 10, 7). O intercessor não só leva a Deus estas situações, mas também procura agir na prática para encaminhá-las. Foi assim que Maria agiu: foi a Jesus para solucionar a escassez do vinho. O discípulo-intercessor não é alguém que fica de braços cruzados, esperando a solução dos problemas "caírem" do alto. A solução "vem" do alto, mas não "cai" do alto! Não se pode confundir uma coisa com a outra.

Portanto, você como um discípulo-intercessor, seja a mão sempre pronta para acolher, acudir, ajudar naquilo que for necessário. Não se isole numa suposta vida de oração. A oração, ao contrário, como aconteceu com Maria, a fez operante. Você pode notar que os maiores intercessores que conhecemos sempre tem essa característica: a disponibilidade!

Medite em sua Bíblia: Tiago 2, 14-26

Conversem no Grupo:

# Sou atento ao que se passa ao meu redor?
# Como posso desenvolver minha sensibilidade e disponibilidade ao Reino e às pessoas?

Para orar:

À medida do possível tenham água benta com vocês na reunião ou pelo, menos, uma pequena vasilha com água. Orem sobre a água, se ela não for benta. Façam uma oração, molhando os olhos com a água, pedindo ao Senhor que possa "abrir" os olhos de cada um, dando sensibilidade espiritual. Podem dizer ao Mestre Jesus: "Que eu veja, Senhor!"

Sua atenção: " No encontro passado, de número 9, houve um erro na citação bíblica. Onde se lê Mt. 7, 36, leia-se, de fato, Lucas 7, 36.
" Alguns irmãos já entregaram o seu nome como coordenadores de Grupo de Discipulado, mas muitos ainda não o fizeram. Faça isso, procurando-nos na secretaria da Igreja ou escreva para projetodiscipulo@yahoo.com.br

Twitter Facebook Orkut Messenger
Linked Yahoo Meme Google Buzz Delicious
mySpace Blogger Sonico Digg

Este recurso será liberado em breve. Aguardando validação do servidor.

dados do(a) autor(a)
Padre Sérgio
 
twitter.com/padresergioluiz
facebook.com/falecompadresergio
padresergio.com
Pe. Sérgio é sacerdote Redentorista. Atualmente pároco em Juíz de Fora na Igreja da Glória. Procura guiar o seu ministério levando as pessoas a experimentarem a...
12 últimas atualizações
Contato

Paróquia da Glória
Avenida dos Andradas, 855 - Morro da Glória
CEP: 36036-050 - Juiz de Fora (MG)
Telefone: (032) 3215-1831
Siga-me nas redes sociais

Dados Técnicos

Este web site utiliza as tecnologias como HTM5 e CSS3 e é compatível com os seguintes navegadores:
Sistema web desenvolvido por:
Copyright © 2012 Todos os direitos reservados.