topo
Diversos
03/02/2012 18:25:37 - Atualizado em 03/02/2012 18:25:37
O Dom do Mandamento Novo, da Eucaristia e do Sacerdócio
Pregação de Padre Sérgio

O sol lançava seus derradeiros raios de despedida sobre a terra.

Candeeiros com sua luz bruxuleante iluminava aquela sala: O CENÁCULO

O ambiente havia sido previamente preparado. Tudo com esmero, com cuidado, onde cada detalhe era importante.

O primeiro milagre de Jesus acontecera em uma grande festa, um grande banquete de núpcias. O último milagre de Jesus também aconteceria num banquete, antes dele voltar ao Pai.

Naquele primeiro banquete, a água havia sido transformada em vinho. Neste, o vinho seria transformado em seu próprio sangue.

Num banquete, a pessoa celebrada é servida e honrada. Nesta Ceia, Jesus não é ninguém poderoso ou forte e sim, pequeno, escravo que lava os pés dos outros, alguém que serve e se curva diante dos outros.

Humanamente considerando sua Missão até ali parecia um grande fracasso. Pode ser que falar nisso nos choque, mas assim é que era.

Pedro sente isso: "SENHOR, TU ME LAVAS OS PÉS?"
Ao que Jesus responde: "AGORA NÃO ENTENDES O QUE ESTOU FAZENDO."
Mas Pedro insiste: "TU NUNCA ME LAVARÁS OS PÉS".
Jesus responde-lhe: "SE VOCÊ NÃO ACEITAR ISSO, NÃO TERÁ COMUNHÃO COMIGO.
Pedro, sempre impulsivo, pede que seja lavado tudo. Sim, Senhor, lava-nos por inteiro!!!

Como se parece conosco! Tão impulsivos para servir Jesus, dizemos: minha vida é tua, mas logo mudamos diante de um obstáculo maior.

Pedro não havia entendido bem o lado humano de Jesus. Como? Um Messias ser preso? Ele reage. E mais à frente o nega.

E ali temos o nosso Messias agachado, lavando os pés dos discípulos. Fez-se servo de todos. Sua vida é SER PARA OS OUTROS: "DEI-VOS O EXEMPLO PARA QUE FAÇAIS A MESMA COISA QUE EU FIZ".

Aí está a chave para se entender, celebrar e viver os três grandes dons comunicados por Jesus naquela noite que precedeu sua entrega na Cruz: SER PARA O OUTRO! doação.

1. O dom do Mandamento Novo
2. O dom do Sacerdócio Católico
3. O dom da Eucaristia

O dom do Mandamento Novo

Costuma-se falar de PRECEITO DA CARIDADE. Mais do que preceito, ou melhor, antes de ser um preceito, é um dom, um presente inestimável que o Senhor nos comunica. O AMOR dele é um amor concreto, um amor que se faz participação em nossa vida.

É amor que PARTICIPA:

quando o seu coração explode de alegria ao ver seu filho nascer; quando você encontra um amigo que não vida há muito tempo; quando você consegue realizar um projeto que você tem; quando você ri, pula, brinca; quando a vida é exuberante em você.

É AMOR QUE PARTICIPA: de suas saudades, dores, frustrações, decepções, enfermidades, solidão, angústias, perdas e de sua morte.
"AMAI-VOS UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMEI" ? Não! "COMO EU VOS TENHO AMADO!"
É ação contínua. É como se Jesus estivesse dizendo: Eu tenho amado vocês em cada situação de suas vidas. É tão atual hoje como foi naquela noite. E como tenho amado vocês, amem-se uns aos outros. Eu capacito o amor humano de vocês com o meu amor divino.

E esse DOM DE AMOR é tão real e contínuo, que Ele se torna perene entre nós através do...

O dom da Eucaristia

Poderíamos dizer assim: A EUCARISTIA É O AMOR EM AÇÃO CONTÍNUA.

É Jesus dizendo de novo para nós hoje, a cada instante: EU VOS TENHO AMADO! Ele nos amou morrendo na cruz e ressuscitando por nós. Ele continua a nos amar através da Eucaristia.

Eu falava que o primeiro milagre de Jesus foi numa festa de casamento, nas núpcias. Pois bem, a Eucaristia é o ponto mais alto da união com Deus, é a expressão mais forte das núpcias de Deus com seu povo. A Eucaristia demonstra bem aquilo que Jesus diz em Jo. 10, 17: "NINGUÉM ME TIRA A VIDA. SOU EU QUE A DOU." E antes mesmo que os homens lançassem as mãos sobre Ele para mata-lo, Ele entrega sua vida na Eucaristia. É Ele quem dá sentido à sua paixão e morte.

E ao mistério da Eucaristia, está intimamente ligado ...

O dom do Sacerdócio Católico

Só dentro do DOM DE AMOR, pode se entender o sacerdócio. Alguém que é eleito, escolhido e aceita renunciar a um amor particular "PARA SER TUDO PARAS TODOS", como diz Paulo.

É sinal de amor, porque é Jesus que através destes homens, pecadores como todos, dá coisas sagradas e distribui os dons celestiais aos homens.

Como diz João Paulo II em uma de suas cartas aos sacerdotes por ocasião da quinta-feira santa:

"O sacerdote, testemunha de Cristo, é mensageiro da vocação suprema do homem à vida eterna em Deus. E, enquanto acompanha os irmãos, prepara-se a si mesmo: o exercício do ministério permite-lhe aprofundar a sua própria vocação de dar glória a Deus para tomar parte na vida eterna. Encaminha-se assim para o dia em que Cristo lhe dirá: 'muito bem, servo bom e fiel, entra no gozo do teu Senhor' (Mt. 25, 21)."

Orem por nós sacerdotes. Orem por novas vocações!

EUCARISTIA - SACERDÓCIO - Porque "tendo amado os seus, amou-os até o fim."

Twitter Facebook Orkut Messenger
Linked Yahoo Meme Google Buzz Delicious
mySpace Blogger Sonico Digg

Este recurso será liberado em breve. Aguardando validação do servidor.

dados do(a) autor(a)
Padre Sérgio
 
twitter.com/padresergioluiz
facebook.com/falecompadresergio
padresergio.com
Pe. Sérgio é sacerdote Redentorista. Atualmente pároco em Juíz de Fora na Igreja da Glória. Procura guiar o seu ministério levando as pessoas a experimentarem a...
12 últimas atualizações
Contato

Paróquia da Glória
Avenida dos Andradas, 855 - Morro da Glória
CEP: 36036-050 - Juiz de Fora (MG)
Telefone: (032) 3215-1831
Siga-me nas redes sociais

Dados Técnicos

Este web site utiliza as tecnologias como HTM5 e CSS3 e é compatível com os seguintes navegadores:
Sistema web desenvolvido por:
Copyright © 2012 Todos os direitos reservados.