topo
Inspiração
04/02/2012 10:47:22 - Atualizado em 04/02/2012 10:47:22
Como morrem os amores...

Os amores morrem de inanição...
Se não há alimento...
Os amores morrem de decepção...
Se não há sobriedade...
Os amores morrem de ciúmes...
Se lhes falta alento...
Os amores morrem de quietude...
Se não há cumplicidade...
Os amores morrem de tédio...
Se lhes faltam motivação...
Os amores morrem de egoísmo...
Quando se ama em solidão...
Os amores morrem cedo...
Quando falta compreensão...
Os amores morrem queimados...
No calor de uma discussão...
Os amores morrem sufocados pela mágoa acumulada...
Os amores morrem afogados
No mar das mentiras criadas...
Os amores morrem doentes quando somos
intransigentes...
Os amores morrem dormindo se a paixão vai se
diluindo...
Os amores morrem porque nós o matamos...
Os amores morrem se os sentimentos ocultamos...
Os amores morrem...
Porque não os vivemos...
Os amores morrem...
E, morrendo o amor...
Nós é que morremos...

Twitter Facebook Orkut Messenger
Linked Yahoo Meme Google Buzz Delicious
mySpace Blogger Sonico Digg

Este recurso será liberado em breve. Aguardando validação do servidor.

dados do(a) autor(a)
Jorge Linhaça
 
não informado
não informado
não informado
Não possuímos informações adicionais sobre esse(a) autor(a)
12 últimas atualizações
Contato

Paróquia da Glória
Avenida dos Andradas, 855 - Morro da Glória
CEP: 36036-050 - Juiz de Fora (MG)
Telefone: (032) 3215-1831
Siga-me nas redes sociais

Dados Técnicos

Este web site utiliza as tecnologias como HTM5 e CSS3 e é compatível com os seguintes navegadores:
Sistema web desenvolvido por:
Copyright © 2012 Todos os direitos reservados.