topo
Espaço Gente
04/02/2012 12:02:09 - Atualizado em 04/02/2012 12:02:09
Sucesso e Renúncia

Muitas pessoas se perguntam qual seria o segredo do sucesso na vida pessoal, profissional, financeira, amorosa... Em nosso mundo pós-moderno, alguns profissionais até especializam-se na tarefa de indicar soluções. Eles estão nos meios de comunicação, em empresas de consultoria, são mestres e algumas vezes até gurus a indicar caminhos. Não acredito que existam chaves mágicas a abrir as portas do sucesso afinal, o que é bom para alguns nem sempre será aplicável em outras situações, realidades e a própria noção de felicidade nunca é a mesma entre as pessoas. Entretanto, é natural e saudável analisarmos algumas posturas e estilos comportamentais daquelas pessoas que para nós são exemplos de sucesso, ideais do eu, e aí rever nosso trajeto e os resultados por nós obtidos.

Experimentei fazer isto em minha vida pessoal e cheguei a duas palavras: renúncia e perseverança. As pessoas que acredito ser exemplo de sucesso para mim, que chegaram a um ponto onde eu gostaria de já estar, em vários momentos de suas vidas precisaram abdicar de ocasiões, satisfações imediatas, enfim, renunciar a algo momentâneo em prol de um bem a ser conquistado em longo prazo e para isto, precisaram perseverar em seus ideais. Exemplos disso que afirmo proliferam no cenário político e artístico e um deles é a trajetória do próprio Presidente Lula. Não quero colocar em questão aqui o seu governo e postura enquanto presidente, mas o sujeito Lula. É imaginável que alguém que tenha saído do sertão nordestino brasileiro fugindo da pobreza, derrotado seguidamente em três eleições, pudesse chegar à presidência da República? Talvez não haja necessidade de falar sobre a perseverança, pois está explícita em toda trajetória do presidente. Mas onde entraria a renúncia neste exemplo?

Perseguir algo durante tantos anos requer de nós renunciar à tentação de nos desviarmos do caminho, perdendo assim o objetivo. Imagino quantas vezes foi tentado a renunciar ao objetivo de ser Presidente, se candidatando a qualquer outro cargo político durante estes anos de tentativa. Mas manteve sua postura firme, rumo ao objetivo. A renúncia na vida pessoal também é inevitável: não estar presente em todas as ocasiões familiares, percorrer cada canto do país, sendo aplaudido e rejeitado ao mesmo tempo.

A vida de todo ser humano é assim: chegar a algum lugar requer perseverar num objetivo e renunciar principalmente à tentação da acomodação. Freud localiza a renúncia como atitude humana já nos primeiros anos de vida da criança: desde cedo aprendemos que, para entrarmos e convivermos em sociedade, precisamos renunciar ou adiar as pulsões ligadas às satisfações sexuais imediatas.

Que saibamos aceitar esta condição humana, conviver mais tranqüilamente com as renúncias que precisamos fazer diariamente visando um objetivo maior. Afinal, se precisamos renunciar a algo agora, é porque o retorno a longo prazo pode ser muito satisfatório. (Continua ...)

Twitter Facebook Orkut Messenger
Linked Yahoo Meme Google Buzz Delicious
mySpace Blogger Sonico Digg

Este recurso será liberado em breve. Aguardando validação do servidor.

dados do(a) autor(a)
Samir José
 
Não informado
Não informado
Não informado
Psicólogo
12 últimas atualizações
Contato

Paróquia da Glória
Avenida dos Andradas, 855 - Morro da Glória
CEP: 36036-050 - Juiz de Fora (MG)
Telefone: (032) 3215-1831
Siga-me nas redes sociais

Dados Técnicos

Este web site utiliza as tecnologias como HTM5 e CSS3 e é compatível com os seguintes navegadores:
Sistema web desenvolvido por:
Copyright © 2012 Todos os direitos reservados.