topo
Espaço Gente
04/02/2012 12:04:26 - Atualizado em 04/02/2012 12:04:26
O Desejo dos Pais

Imaginem o que é ser uma criança recém-nascida: possuir a existência há somente nove meses aproximadamente, ter em volta de si inúmeras pessoas estranhas, colocando-lhe a mão, dando-lhe de comer, lançando sobre ela suas expectativas, desejos, frustrações... A experiência no tratamento psicanalítico de adultos e adolescentes me ajudou a perceber que na grande maioria das vezes, tudo isto que antes eram somente expectativas e desejos dos pais, depois de alguns anos se transformam em realidades vivas no dia-a-dia dos filhos. Pois é: pais e mães não conhecem a dimensão da influência que exercem sobre seus filhos.

Muitas vezes são desejos dos pais que estes não puderam ou não arcaram com as conseqüências de realizar. São as muitas garotas que sonham com as passarelas, com a fama e que vivem uma relação especular com suas mães, que também já sonharam com esta vida de glamour. São os garotos que sonham durante toda infância e adolescência em tornarem-se grandes jogadores de futebol: desejo dos pais, transferido para os filhos. Algumas vezes encontramos a realização nos filhos do avesso do desejo dos pais: filhos que contrariam, transgridem, fazem exatamente o contrário daquilo que aparentemente seus pais desejam. Contudo, também aí encontramos a marca da repetição do desejo dos pais: a repetição pelo avesso.

Deve-se dispensar uma atenção especial aos casos onde esta repetição tolhe a liberdade do sujeito em suas escolhas cotidianas e nos casos em que os pais, mesmo sem perceber, de forma inconsciente, induzem os filhos a determinadas escolhas patológicas. Já vi pais que prezavam pela moral, pela obediência, mas que possuíam, sem perceber, grande desejo de transgressão e acabaram induzindo os filhos, inconscientemente, a drogadição.

É importante que o leitor não faça generalizações a partir deste texto. Nem toda adolescente que sonha com a fama, tem uma mãe que também já sonhou; nem todo jogador de futebol tem um pai que sonhou também ser jogador de futebol e nem todo dependente químico tem pais que possuem vontade de transgredir. Filho de peixe é peixe, mas se tratando de ser humano, não podemos nunca pensar em regras gerais. Cabe pensarmos na influência que temos exercido sobre nossos filhos e nos conscientizarmos de nossa importância para a estruturação de suas personalidades.

Twitter Facebook Orkut Messenger
Linked Yahoo Meme Google Buzz Delicious
mySpace Blogger Sonico Digg

Este recurso será liberado em breve. Aguardando validação do servidor.

dados do(a) autor(a)
Samir José
 
Não informado
Não informado
Não informado
Psicólogo
12 últimas atualizações
Contato

Paróquia da Glória
Avenida dos Andradas, 855 - Morro da Glória
CEP: 36036-050 - Juiz de Fora (MG)
Telefone: (032) 3215-1831
Siga-me nas redes sociais

Dados Técnicos

Este web site utiliza as tecnologias como HTM5 e CSS3 e é compatível com os seguintes navegadores:
Sistema web desenvolvido por:
Copyright © 2012 Todos os direitos reservados.