topo
Espaço Gente
04/02/2012 12:04:56 - Atualizado em 04/02/2012 12:04:56
Desemprego e Relacionamento

Estamos realmente preparados para o trabalho?

Como profissional de Recursos Humanos, em meu exercício diário de selecionar e desenvolver talentos humanos para o trabalho, tenho me deparado cada vez mais com o sofrimento humano perante o desemprego. Contudo, mesmo diante de tamanha força de trabalho ociosa, selecionar pessoas para o trabalho não tem sido uma tarefa fácil e, outros profissionais da área, compartilham desta minha opinião. Muitas vezes encontramos pessoas qualificadas academicamente, portadoras de diplomas, certificados e experiência profissional, contudo, pouco hábeis na tarefa de se relacionar e conviver com o outro.

Enganam-se aqueles que não gostam de gente, e pensam que capacidade de relacionamento interpessoal é dispensável para alguns cargos. Cada vez mais o mercado procura e valoriza os profissionais que possuem a habilidade de se relacionar bem com o outro. Por que? Primeiramente porque as empresas, ao selecionar um profissional buscam, na maioria das vezes, aquele com bom potencial de desenvolvimento, ou seja, uma pessoa que possa crescer, desenvolver novas aptidões, podendo até mesmo se tornar um líder. E qual é o principal atributo de um líder? Pessoa que consegue se relacionar bem como outro, comandando equipes compostas por pessoas de gênios e personalidades distintas, conseguindo um resultado padrão. Que desafio! Conviver e comandar a diversidade humana e alcançar um só resultado.

As empresas também buscam profissionais que lidam bem com relacionamentos porque costumam gastar muito tempo e dinheiro na resolução de conflitos entre pessoas, através de reuniões e treinamentos de grupos, visando o trabalho em equipe e cooperação. Assim, acredita-se que pessoas que naturalmente já possuem um bom relacionamento interpessoal, já são pré-dispostas ao trabalho em equipe. Mesmo para cargos em que o contato do profissional com outras pessoas seja mínimo, as empresas costumam, ainda assim, dar prioridade a aqueles que tem facilidade no relacionamento interpessoal, que são tolerantes e sabem conviver bem com pessoas, assegurando um bom clima interno.

Isto aponta para nós que existe uma necessidade de qualificação do brasileiro para fugir do desemprego. Qualificação não só profissional, mas também a nível pessoal. É preciso se preparar desenvolvendo a competência do relacionamento interpessoal. Mas como faze-lo? Uma sugestão é a auto-avaliação. Você já se perguntou como lida com as pessoas que lhe rodeiam? Respeita a individualidade delas ou costuma impor seus desejos? Ou será que se anula diante do outro? Lidar bem com as pessoas também não significa desaparecer diante do desejo dos outros. É preciso haver um equilíbrio entre o que eu quero e o que o outro quer. Outra sugestão é treinamento de habilidades relacionais. Ingresse em algum grupo com o qual você se identifica e experimente se relacionar com outras pessoas, exercitando os dois principais mandamentos da relação interpessoal: respeito às diferenças e cooperação.

Twitter Facebook Orkut Messenger
Linked Yahoo Meme Google Buzz Delicious
mySpace Blogger Sonico Digg

Este recurso será liberado em breve. Aguardando validação do servidor.

dados do(a) autor(a)
Samir José
 
Não informado
Não informado
Não informado
Psicólogo
12 últimas atualizações
Contato

Paróquia da Glória
Avenida dos Andradas, 855 - Morro da Glória
CEP: 36036-050 - Juiz de Fora (MG)
Telefone: (032) 3215-1831
Siga-me nas redes sociais

Dados Técnicos

Este web site utiliza as tecnologias como HTM5 e CSS3 e é compatível com os seguintes navegadores:
Sistema web desenvolvido por:
Copyright © 2012 Todos os direitos reservados.