topo
Natalinas
19/08/2012 13:46:52 - Atualizado em 19/08/2012 13:46:52
Nas mãos daquele Menino
Final de ano, tempo de revisão e de projetos. Olhar para trás para recuperar a consciência do presente. Fincar os pés no hoje para construir o amanhã. E a certeza de que, quando o ano novo chegar, já estaremos abençoados.

Final de ano, tempo de revisão e de projetos. Olhar para trás para recuperar a consciência do presente. Fincar os pés no hoje para construir o amanhã. E a certeza de que, quando o ano novo chegar, já estaremos abençoados. A celebração do tempo do Advento e do Natal nos abre esta perspectiva: abençoados e portadores de bênção! Abençoados e abençoadores! Homens e mulheres de esperança, porque sabem em quem apostam.

Não se diga jamais a nosso respeito o que o Senhor disse ao povo de Israel: “Por que dizer-te, ó Jacó, por que repetir, ó Israel: ‘Escapa meu destino ao Senhor, passa meu direito despercebido a meu Deus”’ Não o sabes? Não aprendeste?... O Senhor dá forças ao homem acabrunhado, redobra o vigor do fraco” (Is 40, 27-29). Nosso destino está nas mãos do Senhor que fez o céu e a terra!

Estas mãos tornaram-se carne, pele, textura, pequeninas – até mesmo frágeis – nas mãos do Menino de Belém, para que soubéssemos que nossa fragilidade não está abandonada, não passa despercebida aos olhos do Criador e sustentador de todo o universo. Ele não só é nosso Criador: é nosso Abbá, Paizinho; não é assim  que todo pai amoroso deve ser chamado?

Mas para contemplar este mistério é preciso ir a Belém. E só encontra o caminho de Belém aquele que segue a estrela da esperança – a exemplo dos magos – e são simples de coração – a exemplo dos pastores. Os muito cheios de si, orgulhosos e grandes – a exemplo de Herodes – farão do presépio apenas um ornamento do passado, sem força de transformar o presente.

Sim, o presépio não pode ser apenas uma decoração em nossas casas ou shoppings centers que, aliás, preferem o papai noel ao Menino Jesus. Ele precisa ser a atualização do amor manifesto por Deus que marcou nossa história uma vez por todas. Precisa ser um convite renovado a cada ano de nos sintonizarmos com o essencial da vida: amor, aconchego, família, humildade, intimidade com Deus... Como canta o poeta: “nas mãos fofinhas deste pequenino vou pôr meu ser, vou pôr minha esperança”.

Abençoados por aquelas mãozinhas nosso destino está selado no amor, sem nos esquecermos que por nós, anos mais tarde, elas seriam crucificadas. Como poderia sua Mãe imaginar isso!...

Continuaremos! Há muito por se fazer e para sonhar juntos! Não nos acomodaremos com o já conquistado; afastaremos toda mediocridade; lançar-nos-emos ao amanhã com fé e determinação, com humildade e ousadia. Urge dilatar o Reino de Deus e fazer Jesus Cristo amado nos corações e seguido nos caminhos concretos da vida. Na certeza que não nos faltará o amparo de suas santas mãos!

Meu desejo é que nesse Natal você experimente o cuidado destas mãos.

Tenha uma certeza: você é abençoado! Que sua vida seja uma bênção!
E que em 2012 continuemos juntos, crescendo e servindo!

Twitter Facebook Orkut Messenger
Linked Yahoo Meme Google Buzz Delicious
mySpace Blogger Sonico Digg

Este recurso será liberado em breve. Aguardando validação do servidor.

dados do(a) autor(a)
Padre Sérgio
 
twitter.com/padresergioluiz
facebook.com/falecompadresergio
padresergio.com
Pe. Sérgio é sacerdote Redentorista. Atualmente pároco em Juíz de Fora na Igreja da Glória. Procura guiar o seu ministério levando as pessoas a experimentarem a...
12 últimas atualizações
Contato

Paróquia da Glória
Avenida dos Andradas, 855 - Morro da Glória
CEP: 36036-050 - Juiz de Fora (MG)
Telefone: (032) 3215-1831
Siga-me nas redes sociais

Dados Técnicos

Este web site utiliza as tecnologias como HTM5 e CSS3 e é compatível com os seguintes navegadores:
Sistema web desenvolvido por:
Copyright © 2012 Todos os direitos reservados.