topo
Espiritualidade
18/09/2012 17:50:19 - Atualizado em 18/09/2012 17:50:19
Equinócio de Primavera
O equinócio ocorre durante os meses de março e setembro, quando há mudança de estação. No momento do equinócio, a luz solar incide de igual maneira sobre o hemisfério norte e sobre o hemisfério sul.

O termo tem origem na junção dos termos latinos aequus (igual) e nox (noite). Quando ocorre o equinócio, o dia e a noite têm igual duração (exatamente 12 horas). O equinócio ocorre durante os meses de março e setembro, quando há mudança de estação. No momento do equinócio, a luz solar incide de igual maneira sobre o hemisfério norte e sobre o hemisfério sul.

Noite e dia com durações iguais. Doze horas de luz, doze horas de escuridão.  O exato momento em que as duas se equiparam, marcando o início da Primavera. Equilíbrio entre o claro e o escuro, tempo de renascimento. Feminino e masculino conjugados, o vértice da pirâmide, magia e realidade, tempo e eternidade, fecundidade.

Onde começa um e termina outro? O que é mais real, de fato? Somos mais luz ou mais sombras? Somos ontem ou amanhã? Na verdade, só existe o presente que é, por outro lado, tão fugidio como dele se falar. Qual é o exato momento em que se dá o equinócio? É insustentável, como insustentáveis são todas as experiências que fazemos. Tão logo se realizam, já se transformam em lembrança.

Importa, pois, estar atento ao equinócio? Faz alguma diferença saber ou não dele?  Creio, convictamente, que sim, pois ele é metáfora do contínuo ciclo de renascimento em nosso ser. Lembra-nos que tudo está em processo de mutação. As alegrias passam, mas também as dores. Relativizar sem cair no relativismo. Liberdade da alma diante dos prazeres, e também diante dos sofrimentos.

Isso me remete a dois versículos bíblicos. O primeiro, fala da transitoriedade de todas as coisas e como nosso coração precisa ser livre diante delas: “Vaidade das vaidades, tudo é vaidade” (Eclesiastes 1, 2). Mas aí vem o segundo que fala da festa do renascimento e da celebração do amor, com a chegada da primavera: “Eis que o inverno passou, cessaram e desapareceram as chuvas. Apareceram as flores na nossa terra, voltou o tempo das canções” (Cânticos 2, 11-12).

Não é maravilhoso receber um anúncio destes? Tudo pode ser transitório, mas a primavera sempre voltará e deixará seu brilho, suas cores, seu perfume. Esse difícil equilíbrio entre luz e sombra é, pelo menos, um convite a uma vida mais centrada. E o equinócio da primavera anuncia que o tempo das canções voltou.

Agora que se aproxima a Primavera eu digo a você:

- Vamos! Aceite essa notícia alvissareira! Renasça, meu amigo, minha amiga! É hora de viver intensamente, mesmo que cada boa experiência seja insustentável. Pelo menos, profundas e boas lembranças estarão presentes em sua alma e darão coragem a você para enfrentar o solstício de inverno. Mas, esse, é um outro assunto...

Twitter Facebook Orkut Messenger
Linked Yahoo Meme Google Buzz Delicious
mySpace Blogger Sonico Digg

Este recurso será liberado em breve. Aguardando validação do servidor.

dados do(a) autor(a)
Padre Sérgio
 
twitter.com/padresergioluiz
facebook.com/falecompadresergio
padresergio.com
Pe. Sérgio é sacerdote Redentorista. Atualmente pároco em Juíz de Fora na Igreja da Glória. Procura guiar o seu ministério levando as pessoas a experimentarem a...
12 últimas atualizações
Contato

Paróquia da Glória
Avenida dos Andradas, 855 - Morro da Glória
CEP: 36036-050 - Juiz de Fora (MG)
Telefone: (032) 3215-1831
Siga-me nas redes sociais

Dados Técnicos

Este web site utiliza as tecnologias como HTM5 e CSS3 e é compatível com os seguintes navegadores:
Sistema web desenvolvido por:
Copyright © 2012 Todos os direitos reservados.