topo
Palavra do Pároco
03/02/2013 04:05:47 - Atualizado em 03/02/2013 04:05:47
A cidade que quero e sonho!
Um NOVO TEMPO sonho e quero para minha vida, nossa Paróquia e nossa cidade. Não chega por decreto, só porque está no calendário, mas iniciar um novo ano é...

Um Novo Tempo!

Um NOVO TEMPO sonho e quero para minha vida, nossa Paróquia e nossa cidade. Não chega por decreto, só porque está no calendário, mas iniciar um novo ano é símbolo que pode e deve servir como plataforma para ir mais alto e mais longe em nossos sonhos e projetos.

Em minha vida pessoal, Deus sabe quais são meus projetos e metas. Já os tenho colocado diante do Senhor, procurando com eles comprometer-me.

Em nossa Paróquia, as metas estão traçadas, as prioridades no trabalho pastoral já foram elencadas na Assembleia realizada no início do mês de dezembro do ano que passou. Resta-nos lançar-nos na tarefa de concretizá-las.

Meu olhar agora se detém em nossa cidade. Juiz de Fora, minha cidade natal e, agora, lugar de meu trabalho pastoral...

Quero e sonho!

Quero o meu povo sorrindo feliz, lutando e trabalhando para conquistar seu lugar ao sol.

Quero a cidade crescendo e se desenvolvendo, reconquistando seu lugar no Estado e no País. Protagonista que foi, em outros tempos, em tantas frentes, intimidou-se e foi perdendo muito de seu brilho. Sonho com uma cidade ousada e empreendedora em todas as áreas.

“Cidade Universitária” que é, onde está a cultura ganhando as ruas e praças e centros culturais? Sonho com a volta do Museu Mariano Procópio, fechado há tantos anos, esperando uma reforma que nunca parece chegar.

Sonho com ruas limpas e bem cuidadas, onde ninguém jogue lixo no chão ou nos ermos terrenos e a limpeza pública seja eficiente.

Sonho com nossas praças arborizadas e floridas, onde as pessoas possam se encontrar, conversar e crianças brincar sem se sentirem inseguras por ali estar.

Sonho com segurança para nossos jovens e idosos, diante do visível aumento da violência em muitos bairros.

Sonho com a vitória sobre as drogas que mais e mais vão vitimando e destruindo a tantos.

Sonho com oportunidades de trabalho e capacitação dos mais pobres, para que seja garantido o direito básico de um sustento digno de suas famílias.

Sonho com lojas e prédios abertos com novas iniciativas e serviços. É que me dói ver tantos espaços comerciais fechados. Penso não só nos funcionários dispensados, mas também nos pequenos empresários que ali investiram seus recursos e sonhos e tiveram de fechar as portas.

Sonho com nosso povo sendo bem atendido em todas as repartições públicas, especialmente na hora em que a saúde dá lugar à doença.

Quero uma administração pública próxima ao povo, que entre em diálogo com as diversas instâncias da sociedade.

Quero uma Vereança que realmente represente os setores diversos da cidade e que legisle com lisura, tendo em vista o progresso de nossa cidade. Vereadores que não apareçam apenas de quatro em quatro anos, estendendo a mão para nos cumprimentar.

Sonho com a superação da indiferença com aquilo que é de todos. Escolas públicas com ensino de qualidade e merenda saudável; o fim da depredação dos prédios públicos, especialmente das mesmas escolas, por vândalos que parecem impunes.

Quero o fim dos buracos nas ruas e aqueles que são tapados e retapados, camada sobre camada, sacolejando quem por eles passa nos carros e, principalmente, nos ônibus.

Quero que as prometidas obras viárias se façam realidade e que não demorem outros quatro anos.

Quero o fim das mortes na linha férrea que corta a cidade.

Quero que se mantenha o que é bom, que se possa dar continuidade ao que se fez de positivo em cada administração municipal.

Sonho com o fim do descaso de tantos. E não estou falando só da administração pública.

Sonho com todas as forças vivas da sociedade – inclusive a Igreja – e cada cidadão, dando-se as mãos para juntos construirmos um lugar melhor para se viver e conviver, uma cidade do presente e não apenas do futuro.

Quero que não se repita mais a usual expressão: “Juiz de Fora tem tudo pra dar certo, só que não dá”, porque vai dar certo! Só depende de cada um de nós!

Quero, com orgulho, dizer: sou juizforano e ajudo minha cidade a ser melhor!

 

Desejo ao Ex.mo Sr. Prefeito, Bruno Siqueira, seu Secretariado e aos Srs. Vereadores muitas luzes em sua exigente tarefa. Deus a todos dê sabedoria e que possam orar como o sábio rei Salomão: “Dai-me, Senhor, a Sabedoria que partilha do vosso trono para que, junto de mim, tome parte em meus trabalhos, e para que eu saiba o que vos agrada” (Sabedoria 9, 4.10).

 

Quanto a mim, quero dar minha contribuição naquilo que estiver ao meu alcance.

Quero dizer: Juiz de Fora, conte comigo!
 

Twitter Facebook Orkut Messenger
Linked Yahoo Meme Google Buzz Delicious
mySpace Blogger Sonico Digg

Este recurso será liberado em breve. Aguardando validação do servidor.

dados do(a) autor(a)
Padre Sérgio
 
twitter.com/padresergioluiz
facebook.com/falecompadresergio
padresergio.com
Pe. Sérgio é sacerdote Redentorista. Atualmente pároco em Juíz de Fora na Igreja da Glória. Procura guiar o seu ministério levando as pessoas a experimentarem a...
12 últimas atualizações
Contato

Paróquia da Glória
Avenida dos Andradas, 855 - Morro da Glória
CEP: 36036-050 - Juiz de Fora (MG)
Telefone: (032) 3215-1831
Siga-me nas redes sociais

Dados Técnicos

Este web site utiliza as tecnologias como HTM5 e CSS3 e é compatível com os seguintes navegadores:
Sistema web desenvolvido por:
Copyright © 2012 Todos os direitos reservados.