topo
Espiritualidade
20/07/2014 21:18:51 - Atualizado em 20/07/2014 21:18:51
Sobre as podas na vida
Não é fácil deixar-se podar. Toda poda dói e poucos há que gostam da dor ou do sofrimento. Não fomos criados para a dor.

“Foi com as rosas que aprendi a me deixar podar.”
Cecília Meireles

Não é fácil deixar-se podar. Toda poda dói e poucos há que gostam da dor ou do sofrimento. Não fomos criados para a dor. Mas não há outra forma de crescer, florir e frutificar sem a poda do excesso, que acaba por dispersar a seiva, não a deixando concentrar-se nos principais pontos de crescimento.

Há alguns anos, reunido com Pe. Gilson, amigo e irmão na jornada espiritual, orávamos, colocando-nos ao dispor de Deus e abrindo-nos à Sua Aliança em nossa vida. Pedíamos: poda-nos para que possamos crescer! Pedíamos também força para aceitar as podas necessárias e que não houvesse resistência de nossa parte a estas podas ou, pelo menos, que estas resistências não nos fizessem fugir ou desistir.

Deus tem aplicado suas mãos de hábil jardineiro em nossas vidas, podando-nos. Há horas que elas doem um bocado. Mas quanto crescimento elas têm trazido, à medida que vamos nos tornando dóceis às divinas mãos!

Descobri, ainda, uma outra coisa: temos o desejo de escolher como estas podas devem acontecer, mas não é possível escolhê-las. O Divino Jardineiro é quem sabe exatamente qual o ramo que precisa ser podado, qual a área em nossa vida que precisa de corte. É só ler o que Jesus diz no Evangelho:

 

1 “Eu sou a videira verdadeira, e meu Pai é o agricultor. Todo ramo que não der fruto em mim, ele o cortará;
2 e podará todo o que der fruto, para que produza mais fruto.
3 Vós já estais puros pela palavra que vos tenho anunciado.
4 Permanecei em mim e eu permanecerei em vós. O ramo não pode dar fruto por si mesmo, se não permanecer na videira. Assim também vós: não podeis tampouco dar fruto, se não permanecerdes em mim.
5 Eu sou a videira; vós, os ramos. Quem permanecer em mim e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer.
6 Se alguém não permanecer em mim será lançado fora, como o ramo. Ele secará e hão de ajuntá-lo e lançá-lo ao fogo, e queimar-se-á.
7 Se permanecerdes em mim, e as minhas palavras permanecerem em vós, pedireis tudo o que quiserdes e vos será feito.
8 Nisto é glorificado meu Pai, para que deis muito fruto e vos torneis meus discípulos.”

 

A poda não destrói a planta; ela a revigora e a faz mais forte. Preciso ter a coragem contínua para dizer ao Senhor: – Poda-me, para que eu cresça! Não quero ser uma roseira ou mesmo uma árvore grande, viçosa, cheia de muitos ramos, mas estéril ou com poucas flores e frutos. Quero ser aquilo para o que fui criado e sou constituído: dar muitos frutos e que estes frutos permaneçam! Amém.
 


 

Twitter Facebook Orkut Messenger
Linked Yahoo Meme Google Buzz Delicious
mySpace Blogger Sonico Digg

Este recurso será liberado em breve. Aguardando validação do servidor.

dados do(a) autor(a)
Padre Sérgio
 
twitter.com/padresergioluiz
facebook.com/falecompadresergio
padresergio.com
Pe. Sérgio é sacerdote Redentorista. Atualmente pároco em Juíz de Fora na Igreja da Glória. Procura guiar o seu ministério levando as pessoas a experimentarem a...
12 últimas atualizações
Contato

Paróquia da Glória
Avenida dos Andradas, 855 - Morro da Glória
CEP: 36036-050 - Juiz de Fora (MG)
Telefone: (032) 3215-1831
Siga-me nas redes sociais

Dados Técnicos

Este web site utiliza as tecnologias como HTM5 e CSS3 e é compatível com os seguintes navegadores:
Sistema web desenvolvido por:
Copyright © 2012 Todos os direitos reservados.