topo
Campanhas
18/06/2015 23:11:46 - Atualizado em 18/06/2015 23:11:46
Semana do Coração 2015
Reze junto conosco ao Sagrado Coração de Jesus, nesta semana tão especial para nossa igreja.

1º Dia: Procurar o coração

Reflita: Pode parecer estranho a gente falar em “procurar o coração”. Mas pode ser que ele esteja perdido ou identificado com algo que pode rapidamente passar. Saiba que, de fato, onde estiver o seu tesouro, aí estará o seu coração. O que é importante para você, de fato? Quais são suas reais prioridades?

Quanto mais seu coração estiver identificado com coisas materiais, mais fácil será o ladrão roubar e a traça corroer, ou seja, mais facilmente perderá o seu coração e, consequentemente, se perderá. Você pode até dizer: o que mais importa na minha vida é minha família! Isso é uma bênção, mas até mesmo a forma como você se vincula à sua família pode ser uma forma “material” ou “essencial”. Se for apenas material, quando você perder alguém querido seu coração irá com a pessoa e sua vida perderá o sentido. Se, no entanto, for uma vinculação que se dá como “aliança de Ser”, a saudade permanecerá, mas a vida seguirá seu rumo em paz.

Peça, hoje, ao Coração de Jesus que lhe dê sabedoria para perceber quais são seus tesouros e que Ele leve seu coração ao Seu Divino Coração.
 

Medite: Mateus 6, 19-21
 

Reze: Coração Sagrado, dá-me sabedoria para fazer as escolhas certas em minha vida, para que meu tesouro nunca se identifique com aquilo que o tempo ou as circunstâncias possam me roubar. Amém.
Coração Divino de Jesus, providenciai!

2º Dia: Abrir o coração

Reflita: Não se engane: a gente acaba abrindo o coração a uma coisa ou outra. Quando fechamos o coração a Deus, ao outro e às coisas boas, certamente outras tantas irão ocupar o lugar delas em nosso interior. Há sempre alguém – algo – batendo à porta de nosso coração e há sempre algo nele entrando, mesmo que não se perceba.

É importante ainda fazer notar que o movimento de abrir o coração tem dois sentidos: entrar e sair. Algumas perguntas surgem daí: o que deveria deixar entrar e que não o faço? O que não deveria deixar entrar e acabo cedendo? O que deveria fazer sair e tranco dentro de mim? O que não deveria jamais sair de mim e que deixo escapar por entre os meus dedos? Se a gente não responde a estas perguntas conscientemente, o fazemos pela prática da vida. O fluxo de entrada e saída do nosso coração – alma – é semelhante à entrada e saída do sangue do nosso coração físico (os movimentos de diástole e sístole), ou seja, é contínuo.

Portanto, conscientemente, abra hoje o seu coração e peça ao Espírito Santo – o Mestre da interioridade – para imprimir em seu interior um ritmo contínuo de coisas boas a entrarem e coisas ruins a saírem.

 

Medite: Eclesiástico 3, 27.31

Reze: Aberto Coração de Jesus, tomo consciência deste fluxo contínuo de realidades em meu interior. Sei que não tenho pleno domínio sobre o que sai e o que entra em mim. Mas eu te peço: dá-me sabedoria para guardar o que é bom e descartar o que for ruim para mim e para meu próximo. Amém.
Coração Divino de Jesus, providenciai!

3º Dia: Receber o Coração

Reflita: Digo que hoje, o Coração é o centro de nossa meditação. O Coração que eu preciso receber é o Coração de Jesus. Compare o texto bíblico sugerido hoje com um outro: “Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a minha voz e me abrir a porta, entrarei em sua casa e cearemos, eu com ele e ele comigo” (Ap 3, 20) < > “Na tarde do mesmo dia, que era o primeiro da semana, os discípulos tinham fechado as portas do lugar onde se achavam, por medo dos judeus. Jesus veio e pôs-se no meio deles. Disse-lhes Ele): A paz esteja convosco!” (Jo 20, 19). De um lado, Ele diz que se abram as portas, no entanto, o evangelista João diz que, mesmo com as portas fechadas, Jesus se colocou no meio deles. Não há contradição entre os dois textos, mas uma complementação essencial para nosso caminho como discípulos de Jesus.

Abrir a porta para Jesus é acolhê-lo como Senhor e Salvador. O que fecha a porta do nosso coração e impede Jesus de entrar é uma recusa pessoal de a Ele aderir. Digo que nem mesmo nossos pecados fecham, em si, a porta de nosso coração ao Mestre, mas podem provocar este fechamento se no pecado formos endurecendo. Os discípulos estavam com as portas fechadas por medo dos judeus.

Pode ser que você se sinta fechado pelo medo ou tristeza ou depressão ou timidez ou preocupação etc.; nada disso tem poder de afastar você de Jesus. Ele se fará presente e comunicará a você o mesmo dom que comunicou aos apóstolos: a Paz! Apenas receba o Coração Sagrado em sua vida.

Medite: Apocalipse 3, 20

Reze: Eu abro as portas do meu coração, te dou livre acesso, Senhor. Pode entrar, Coração Sagrado, em meu pobre coração. Sei que me aceitas do jeito que sou e estou. Obrigado por quereres fazer de meu coração tua humilde morada. Amém.
Coração Divino de Jesus, providenciai!

4º Dia: Limpar o coração

Reflita: Olha, não há casa, por mais arrumada que seja, que não necessite de uma limpeza praticamente diária e, com alguma regularidade, de uma boa faxina. Uma casa que tem uma manutenção contínua não apresenta muita sujeira, mas há sempre algo a ser cuidado. Mas pode ser que alguma praga silenciosa – como o cupim – tenha entrado e começado sua obra de corroer o que encontra no caminho. Se você não dá importância aos granulados que aparecem, seus produtores podem causar alguns danos bem difíceis de reparar.

Em nossa vida, não é muito diferente. Se você tem uma vida interior saudável, sem acumular muitas mágoas, ressentimentos e sem dar espaço para os sete pecados capitais tomarem conta (a saber: luxúria, gula, avareza, ira, soberba, vaidade e preguiça), pode-se dizer que a casa do seu coração está limpa. Mas não é verdade que estas e outras tantas coisas acabam por ocupar o coração vez por outra? Quando se trata de pecado, o que você tem a fazer é confessar-se, mas há outras realidades que não são necessariamente pecados e que acabam se constituindo em lixo emocional e, mesmo, espiritual: ansiedade, inseguranças, falta de confiança em si mesmo, dificuldades relacionais, complexos diversos, impulsividade, distúrbios físicos, culpas, autorreprovação etc.

Hoje é dia de orar pedindo ao Coração de Jesus que o ajude a limpar estas realidades e de comprometer-se nesta tarefa. Lembre-se: Deus não fará o que compete a você fazer!

Medite: Marcos 7, 21-23 e Jeremias 4, 14

Reze: Amado Jesus, de teu Coração emanam todas as boas coisas que preciso para levar uma vida saudável e amorosa. Quero me comprometer em (a) limpar de minha vida atitudes e sentimentos que acumulam lixo em mim. O que não dou conta por mim mesmo, venha tua graça em meu auxílio. Amém.
Coração Divino de Jesus, providenciai!

5º Dia: Perfumar o coração

Reflita: Os cinco sentidos que nosso corpo possui são janelas de nossa percepção para o mundo que nos cerca. Dentre estes cinco sentidos, está o olfato. Ele é considerado por alguns como um sentido secundário, afinal não faz tanta falta sentir ou não o cheiro das coisas e até das pessoas. Às vezes sentir cheiro é até desagradável, mas sabemos que pode também salvar uma vida. São cerca de 25 milhões de células olfativas. O cheiro está ligado às nossas memórias mais primitivas. Nossas lembranças, apetite e, até mesmo, o amor estão ligados ao olfato.

Você já percebeu que o único sentido de nosso corpo do qual não podemos escapar é, exatamente, o olfato? Quanto à visão, pode-se fechar os olhos; ao tato, encolher as mãos; à audição, tapar os ouvidos; ao paladar, cerrar a boca. Mas o olfato não. Quanto tempo você aguenta ficar sem respirar?
Perfumar o coração tem um sentido muito mais abrangente do que nele, simplesmente, “borrifar” algum sentimento piedoso. É levar esse hálito de vida ao nosso interior. É acessar as memórias mais profundas e deixar que esta irradiação amorosa de Jesus nelas penetre. Ser bom perfume de Cristo é ser canal da própria qualidade de vida que Ele oferece.

Como se perfuma o coração? Com tudo aquilo é que puro, louvável, virtuoso, sincero e bom. Quanto mais estas marcas estiverem em sua alma, mais perfumado será seu coração.

Medite: Cânticos 4, 16 e 2Coríntios 2, 15

Reze: Amado Coração de Jesus, trazes dos jardins do Pai os mais puros e inebriantes aromas. Quando entras no jardim de nossa vida – por vezes tão pobre em suas variedades – não só trazes o odor da vida, mas plantas, nele, as sementes de árvores e flores perfumadas que existem em teu coração. Seja assim em minha vida; seja eu assim nos ambientes onde vivo ou passo. Amém.
Coração Divino de Jesus, providenciai. Amém.

6º Dia: Curar o coração

Reflita: Quem poderia dizer que não tem algo a ser curado em seu coração? Se não foi alguém que tenha machucado a gente, foi a gente mesmo que se machucou.

O Evangelho nos traz a história de muitas pessoas com seu coração ferido. Penso, até mesmo, que muitos daqueles que recorreram a Jesus por seus males físicos, também estavam feridos em sua alma. Pense, por exemplo nos leprosos, nos cegos, na hemorroíssa, nos paralíticos...

Mas três personagens se destacam: a samaritana (João 4, 1-42), a mulher adúltera (João 8, 1-11) e a pecadora aos pés de Jesus (Lucas 7, 36-50). Três mulheres, três histórias e uma única atitude de Jesus: misericórdia! Será uma fonte de cura para o seu coração hoje ler estas três passagens.

A forma como nosso coração pode se tornar receptivo à cura que o Senhor quer nos dar, é abrir-se à misericórdia de Jesus que acolhe, provoca a verdade, aceita, perdoa e envia para uma vida nova. Nos três casos há apenas uma exigência, digamos assim: ser verdadeiro, não mascarar a situação. “Conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará” (Jo 8, 32).

Lembro-me de uma terapia que fiz, através de um método chamado ADI (Abordagem Direta do Inconsciente). Nela, deixava-se que uma determinada cena que fere viesse à tona. Logo após, a psicóloga perguntava: qual é a cena que cura? E o inconsciente mostrava outra cena. Digo a você dentro de cada um de nós há sempre cenas que curam e que, talvez estejam adormecidas. Deixe que o Coração de Jesus traga esta moção de cura para você.

Medite: Salmo 146, 3

Reze: Amado Jesus, que tiveste teu Coração ferido para que nosso coração fosse curado, eis aqui meu coração com toda a beleza que nele há, mas também com aquelas realidades que me ferem. Cura-me, Senhor, com tua misericórdia. Que eu não me fixe naquilo que me machuca, mas em tudo que me redime e me põe a caminho. Amém.
Coração Divino de Jesus, providenciai!

7º Dia: Amorizar o coração

Reflita: Cuide bem de seu coração! Cuide bem de você! Não é à toa que se costuma dizer: “se não cuidarmos de nós mesmos, quem cuidará?” E é verdade. Se eu não souber cuidar de mim mesmo, o cuidado que alguém possa me trazer se perderá, se não de imediato, aos poucos.

Quantas histórias conhecemos de jovens que se enveredaram pelo caminho das drogas e que as famílias batalham pela sua recuperação, fazendo de tudo que lhes está ao alcance, para que saiam daquela situação. Mas se a pessoa não quiser, nenhum tratamento poderá resolver.

Pode parecer óbvio, quando Jesus aproxima-se de alguém e pergunta: “Que queres que Eu te faça?” (Mc 10, 51), mas se não houver um querer não haverá transformação. Se você não cuidar de você mesmo ninguém poderá cuidar!
Amorizar o coração é uma forma concreta de cuidar do coração. Amorizar é percorrer nossa própria história e a história de alguém em relação a nós, sempre na presença de Jesus. Veja o que escreve Pe. Alírio Pedrini, um dos grandes escritores sobre cura interior: “Oração de Amorização é um modo dinâmico e pessoal de orar, concreto, sábio e profundo, pelo qual, você e Jesus vão queimando todas as fichas pretas, uma por uma, e vão preenchendo muitas fichas brancas, daquela pessoa que você gostaria de amar mais, ou daquela que você gostaria de começar, ou voltar a amar. Disse: você e Jesus. Exato. Sem ambos não se faz oração! E sem a presença de Jesus, e do poder do seu Espírito Santo, o resultado ou será pequeno, ou não acontecerá. É importante que seja ‘oração’. Isto é, um trabalho conjunto, realizado por Jesus e você, numa soma de esforços.”  (Oração de Amorização: A cura do coração - Edições Loyola).
Portanto, faça esse exercício de oração com o Coração de Jesus, voltado para seu relacionamento com você mesmo e com alguém, em especial.

Medite: Provérbios 4, 23

Reze: Jesus eu entrego meu coração a ti. Derrama teu amor em cada parte de minha vida. Amoriza aquilo que está ferido em minha história. Amoriza meus relacionamentos, especialmente com ... (nomeie aqui a pessoa pela qual você quer orar). Desperta meu coração para o cuidado que preciso ter comigo mesmo e com o outro. Amém.
Coração Divino de Jesus, providenciai!

8º Dia: Irradiar o coração

Reflita: No Coração de Jesus encontramos refúgio; do Coração do Mestre irradiam os raios de sua misericórdia, portadores de paz, mansidão, força, perdão, saúde, superação e todas as graças que precisamos em nossa vida, enquanto caminhamos de volta à origem de nosso próprio ser.

É preciso não só receber as irradiações de seu Divino Coração, mas, também, fazer irradiar o seu Sagrado Coração sobre a humanidade. Os verdadeiros discípulos são aqueles que vivem nesta dupla dinâmica: recebem do que o Senhor lhes dá, e dão do que o Senhor lhes comunica.

Nós irradiamos o que está em nosso interior! Continuamente estamos sob esta irradiação, que transmite o que nasce na luz ou o que se difunde nas trevas. Nenhuma presença é neutra. A pessoa pode estar quieta num canto, mas ela está emanando algum tipo de energia, o que faz de determinados ambientes mais leves ou pesados, mais claros ou obscuros. Os mais sensíveis, por vezes, captam esta irradiação. Não é, no entanto, nada para se preocupar, apenas para se ocupar.

Ocupe-se em ser luz, ocupe-se em irradiar esta luz: “Eu sou a luz do mundo; aquele que me segue, não andará em trevas, mas terá a luz da vida (Jo 8, 12); Vós sois a luz do mundo. Uma cidade edificada sobre um monte não pode ser escondida (Mt 5, 14); Nele estava a vida e a vida era a luz dos homens (Jo 1, 4); enquanto vós tendes a luz, crede na luz, para vos tornardes filhos da luz (Jo 12, 36); Eu vim como luz para o mundo; a fim de que todo aquele que crê em mim não permaneça nas trevas” (Jo 12, 46). Esteja, portanto, no centro irradiador da bondade e misericórdia no Coração Sagrado de Jesus.

Medite: Ezequiel 36, 26-27

Reze: Amado Jesus, do teu Coração emanem em minha direção e de toda a humanidade raios de misericórdia e paz, de saúde e proteção, de fortaleza e purificação, de luz e salvação. Que assim se faça, também através de meu coração para todas as pessoas com as quais convivo. Amém.
Coração Divino de Jesus, providenciai!
 

Twitter Facebook Orkut Messenger
Linked Yahoo Meme Google Buzz Delicious
mySpace Blogger Sonico Digg

Este recurso será liberado em breve. Aguardando validação do servidor.

dados do(a) autor(a)
Padre Sérgio
 
twitter.com/padresergioluiz
facebook.com/falecompadresergio
padresergio.com
Pe. Sérgio é sacerdote Redentorista. Atualmente pároco em Juíz de Fora na Igreja da Glória. Procura guiar o seu ministério levando as pessoas a experimentarem a...
12 últimas atualizações
Contato

Paróquia da Glória
Avenida dos Andradas, 855 - Morro da Glória
CEP: 36036-050 - Juiz de Fora (MG)
Telefone: (032) 3215-1831
Siga-me nas redes sociais

Dados Técnicos

Este web site utiliza as tecnologias como HTM5 e CSS3 e é compatível com os seguintes navegadores:
Sistema web desenvolvido por:
Copyright © 2012 Todos os direitos reservados.