topo
Palavra do Pároco
18/12/2016 22:37:18 - Atualizado em 18/12/2016 22:37:18
Celebrar o NATAL no atual contexto
Há tantos sentimentos e pensamentos que povoam minha mente neste fim de ano... Muitos deles são divergentes: um misto de gratidão, leveza, paz e também...

Há tantos sentimentos e pensamentos que povoam minha mente neste fim de ano... Muitos deles são divergentes: um misto de gratidão, leveza, paz e também de indignação, tristeza, dor e, mesmo, decepção. Acho que não poderei – não poderemos – celebrar o Natal sem levar em conta alguns fatos.

O mês de novembro foi fechado e, consequentemente, dezembro foi aberto, com quatro acontecimentos muito tristes, pelo menos para mim: a tragédia com o avião que levava a Equipe da Chapecoense; a aprovação pela Câmara dos Deputados da PEC 55; as manifestações violentas em Brasília e a aprovação pelo STF do aborto até o terceiro mês de gestação.

Como desconsiderar estes horizontes ao celebrarmos o Advento do Senhor e o Natal? Como cantar glórias ao recém-nascido, Jesus, e saber que milhares de nascituros estão, indiretamente, condenados à morte? Como felicitar os pobres pastores de Belém, se o Governo quer que sejam os pobres a pagar a conta do equilíbrio das finanças públicas? Como cantar Paz na Terra, se vândalos, travestidos de cidadãos, destroem tudo que veem ao redor?

Creio que, mesmo na imensa dor e comoção que tomaram conta do país, por ocasião da queda do avião da Chapecoense, talvez seja, ainda, o acontecimento mais “fácil” de iluminar com o Natal, pois o Senhor veio justamente para dar uma esperança que vence todos os aguilhões da morte.

É muito duro e dolorido olhar tudo isto e, ainda, tantas posturas no seio da própria Igreja que se distanciam do Evangelho e de sua mensagem de misericórdia. Como criticar os que estão fora se, dentro, assumimos também posturas pouco evangélicas? Não digo isto de todos, mas de alguns, certamente.

Bem, esta é a palha na qual o Menino Jesus será deitado neste Natal! Há alguns tantos espinhos no meio dela, mas há também o amor de Maria e de José; há a solidariedade e o serviço gratuito e amoroso de muitos (provamos isto durante todo o ano na Paróquia); há uma real busca do Senhor na oração e na escuta da Palavra; há muitos gestos e palavras de amor fazendo diferença, transformando vidas.

Bendito seja Deus! É Natal novamente no meio de nossa ferida humanidade. Há alguns Herodes por aí, mas há também Anjos, pastores e magos. Isto me faz acreditar que ainda é possível celebrar com toda alegria, esperança e fé a vinda contínua do Salvador.

Por isso, venha participar conosco dos momentos especiais que preparamos para sua espiritualidade neste fim e início de ano. Fique atento!

Feliz Natal e abençoado Ano Novo a você e toda sua família.

Twitter Facebook Orkut Messenger
Linked Yahoo Meme Google Buzz Delicious
mySpace Blogger Sonico Digg

Este recurso será liberado em breve. Aguardando validação do servidor.

dados do(a) autor(a)
Padre Sérgio
 
twitter.com/padresergioluiz
facebook.com/falecompadresergio
padresergio.com
Pe. Sérgio é sacerdote Redentorista. Atualmente pároco em Juíz de Fora na Igreja da Glória. Procura guiar o seu ministério levando as pessoas a experimentarem a...
12 últimas atualizações
Contato

Paróquia da Glória
Avenida dos Andradas, 855 - Morro da Glória
CEP: 36036-050 - Juiz de Fora (MG)
Telefone: (032) 3215-1831
Siga-me nas redes sociais

Dados Técnicos

Este web site utiliza as tecnologias como HTM5 e CSS3 e é compatível com os seguintes navegadores:
Sistema web desenvolvido por:
Copyright © 2012 Todos os direitos reservados.